Policia Civil divulga nome da vítima de homicídio no centro de abastecimento - Cannes News

AUDIO

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Policia Civil divulga nome da vítima de homicídio no centro de abastecimento


A polícia civil de Canavieiras vem acelerando os passos na busca de descobrir quem foi ou quem pode ter sido o responsável pelo homicídio ocorrido na noite da última terça-feira (04) no Centro de Abastecimento.  O crime foi praticado por volta das 21h 00, onde segundo testemunhas foram efetuados aproximadamente seis disparos de arma de fogo calibre ignorado.  A vítima que teve seu nome divulgado na tarde desta quarta-feira (05),é Daize Ferreira da Silva “Dau”, residente em Belmonte.

Segundo histórico policia dois elementos se aproximaram da vítima que se encontrava no centro de abastecimento, local abandonado e frequentado por traficantes e usuários de drogas e efetuaram os disparos. Segundo relato policial, a vítima chegou a ser socorrida até o Hospital Municipal Reges Pacheco, vindo a óbito logo em seguida.

Nos dados da investigação policial a vítima já possuía diversas passagens por crimes diversos na cidade de Belmonte – tráfico, roubos e tentativa de homicídio. Os investigadores conseguiram colher a informação que a mesma havia chegado a Canavieiras há pouco mais de um mês, junto com uma pessoa conhecida apenas por Jair, que possivelmente também era traficante. Consta que ambos saíram de Belmonte, pois estavam jurados de morte. Segundo consta, Daize já havia sofrido pelo menos quatro tentativas de homicídios na sua cidade, sempre relacionadas a dividas de drogas. Assim como o Jair ela teria escolhido Canavieiras para continuar os delitos, deixando para trás dois filhos com o pai conhecido Gilson “Cego”, que também é traficante e está preso.

Daiza estava hospedada em uma pousada desde que chegou em Canavieiras e frequentava o centro de abastecimento para traficar e usar drogas. Segundo depoimento de testemunhas local, o rapaz de nome Jair companheiro dela [Daiza], já matou uma pessoa em Canavieiras e foi preso. Até o momento, o acusado e companheiro da vítima não foi localizado. Na pousada onde estava, havia poucas roupas dando indícios de que a mesma foi morta por disputa de ponto de venda e dividas de drogas.

A polícia continua as investigações para identificar os autores dos disparos e mandantes bem como localizar o companheiro da vítima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.