Mulher que confessou ter matado filho renascido e queimado, recebe liberdade provisória - Cannes News

AUDIO

terça-feira, 28 de agosto de 2018

Mulher que confessou ter matado filho renascido e queimado, recebe liberdade provisória


Rosemare de Oliveira de apenas 39 anos de idade, acusada de esquartejar o filho de apenas um mês de idade, queimar e enterrar nos restos mortais embaixo de uma árvore na volta da cobra em Itabuna recebeu na tarde desta terça-feira (28), liberdade provisória.  Segundo informações da imprensa itabunense, a mulher estava presa no Complexo Policial de Itabuna de o último sábado (25). Rosemare recebeu liberdade após participar de uma audiência de custódia que aconteceu na 2ª Vara Crime. Segundo determinou a justiça, por ser Ré primária que a mesma seja submetida urgência, a exames de sanidade mental. Ainda segundo as informações existe a possibilidade que a mesma esteja com depressão pós- parto. A justiça só irá decidir se a suposta acusada volta ou não para presídio de Itabuna, depois que receber os resultados dos exames.

Rosemare queconfessou ter queimado o filho e enterrado por não receber apoio da família,foi presa no último sábado, após pessoas da família ter recebido ligação delainformando o que tinha acontecido, ligaram para a polícia. Sem ter como se sair da situação, a mulher levou a polícia até o local onde enterrou a cabeça, mãos, pés, e pernas da criança. Segundo a Polícia Técnica de Itabuna, antes de enterrar partes do bebê em uma cova rasa, a mãe tentou queimar as partes do corpo do renascido.

Informações do Pimenta.blog.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.