Homicídio: Polícia prende assassinos de ativista em Itororó - Cannes News

AUDIO

quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Homicídio: Polícia prende assassinos de ativista em Itororó


Um crime ocorrido no centro sul do estado deixou amigos, familiares e simpatizantes LGBT assustados. Porém a resposta foi rápida contra os autores do crime. Numa ação conjunta das polícias de Itororó e Itapetinga, foram presos os assassinos de Marcos Cruz Santana, ativista do movimento LGBT em Itororó. São eles Isaías Andrade de Souza Júnior, o Quenã, de 24 anos, e Josenilton Ferreira Sousa, o Jota, de 26.

O assassinato que repercutiu bastante na mídia da Bahia, aconteceu na madrugada de domingo (18), em Itororó. De acordo com as investigações de pessoas ligadas a polícia, Marcos e Jota tinham um relacionamento extra-conjugal e este decidiu matar ao romper o envolvimento. O réu confesso alegou ter cometido o crime porque o ativista ameaçou ir a um programa de rádio e tornar pública a relação.

Quenã, Jota e Marcos estavam em uma festa na praça da cidade e foram dali para o local onde aconteceu o assassinato. Eles detalharam que Quenã segurou a vítima pelos cabelos e Jota desferiu um golpe no pescoço dele. Assim que Marcos caiu, o criminoso lhe aplicou golpes de faca na perna e no órgão sexual.

A prisão aconteceu graças a uma investigação envolvendo equipes da Delegacia Territorial (DT), de Itororó, e da 21ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), sediada em Itapetinga.

Informações baseadas com o site Diário Bahia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.