Canavieiras: Policiais da 71ª CIPM continuam combatendo a criminalidade com seriedade - Cannes News

AUDIO

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

Canavieiras: Policiais da 71ª CIPM continuam combatendo a criminalidade com seriedade


Policiais pertencentes a 71ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) de Canavieiras continuam prestando um dos melhores serviços entre policias da região sul do estado.  Companhia que hoje tem o comando o Major Iglesias vem mostrando para a sociedade que o crime não compensa e vem combatendo a venda de entorpecentes, drogas ilícitas, uso não autorizado de armas e o crescimento da bandidagem.


Nesta última quarta-feira (15), duas ações paralelas mostraram mais uma vez a ação eficiente da PM de canavieiras. Por volta das 13h15 minutos a  guarnição do Pelotão Emprego Tático Operacional empregada na Operação Distrito  recebeu um informe que um elemento estava em posse de uma espingarda e estava aterrorizando alguns moradores, a guarnição se deslocou para averiguar a informação. Ao chegar ao local no Km 10, conhecido por todos por "Campo do Arroz" um indivíduo evadiu-se do local deixando uma espingarda de fabricação caseira.

Foi realizada diligência no intuito de encontrar o indivíduo mais sem sucesso.
De volta a base, por volta das 19 horas 50 minutos  com objetivo de prevenir, identificar e reprimir ações criminosas e o tráfico de drogas no ramal de Barreiras Distrito de Hermelândia avistou elementos em atitude suspeita. Segundo informações da Assessoria de Comunicação da companhia, ao perceberem a presença da viatura, os elementos evadiram do local usando como escape o fundo de um barraco, deixando para trás uma arma de Fogo Calibre.22 com duas munições intactas e um documento de identidade  do nacional Jhonatas  Caetano dos Santos Gomes. Ainda segundo as informações o mesmo faz parte do bando que aterroriza populares daquela região. A polícia intensificou as buscas na localidade, mas nos dois casos, ninguém foi encontrado.

MATERIAL APREENDIDO

Primeiro caso: Arma de fogo de fabricação artesanal.
Segundo caso: Arma de fogo calibre 22 com duas munições intactas e documento de identidade.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.